Essas irmãs estão construindo uma história única

08.03.2020 - 17:03


Moda

Maristela Amorim

Um cenário, uma ideia e muita atitude. As irmãs Elisa Freitas, publicitária e modelo, e Rosângela Freitas, design de interiores, encontraram no ambiente onde nasceram e moram até hoje, a diretriz para por em prática um projeto de empreendedorismo social que já começou como referência, e segue cada vez mais inspirador. Em outubro de 2018 elas lançaram a ERFreitas, uma marca de moda inclusiva amparada na própria história da família e delas mesmas – mulheres, negras, da comunidade do Monte Serrat.

Elisa e Ro Freitas criaram uma marca de moda com propósito e estão escrevendo uma nova e bela história

A linha é composta essencialmente por camisetas com estampas capazes de gerar reflexão. “Através das camisetas a gente vem contando um pouco da nossa história, da nossa cultura negra, da nossa ancestralidade, da cultura indígena – que temos descendência também”, conta Elisa Freitas realçando o quanto ela e a irmã-sócia acreditam nessa conexão. Frase como Somos várias em muitos lugares são lançadas em estampas localizadas, endossando um interessante e importante movimento de empoderamento.

Desde que começaram a trabalhar com essa proposta, as empreendedoras vêm rompendo barreiras e impactando positivamente, abrindo espaços, criando oportunidades para seguir adiante como o propósito e se impondo no cenário dos negócios. Os produtos são comercializados online, através do site que lançaram e também via redes sociais. Assim aERFreitas vem ganhando cada vez mais espaço e vitrine.

As irmãs já levaram a marcas para eventos de grande visibilidade, entre eles a exposição de novos talentos no ONDM (O Negócio da Moda), evento que acontece anualmente em Camboriú; estiveram no impactante RD Summit e, no início de fevereiro, Elisa participou do programa Caravana Internacional da Moda, no canal FashionTV, apresentando o projeto em rede nacional.

Bonitas, engajadas, elas vão se projetando e levando adiante a ideia e o trabalho que merece destaque e atenção. Até porque elas estão atentas, também, a projetos sociais da própria comunidade do Monte Serrat e dispostas a fazer sempre mais. “É muito bom poder passar essa verdade para as pessoas, que se identificam. A minha história é a tua história, e a partir do momento que eu conto, és tocada de alguma forma também”, sentencia Rosângela Freitas.

Camisetas exibem estampas cheias de significados que traduzem ações de efeito e de empoderamento

As sócias contam que isso acontece muito quando elas contam a história de cada uma das estampas das camisetas – que trazem sempre algum significado além do que está óbvio. “Falar da marca é falar de nós. Ali está a nossa história, a nossa essência. Traduzida num processo criativo, com frases, palavras, conceito e conteúdo”, continua Ro. A primeira coleção foi chamada de Resistência – quando fizeram um editorial com 15 mulheres negras no Centro de Florianópolis. A segunda é Reverbera. “Assim vamos mostrando outras mulheres que não são vistas, são invisibilizadas. Mas que, assim como nós, também estão fazendo coisas boas, e precisam ser notadas”, acentua Elisa.

A atual coleção está com 20 opções de estampas em camisetas que contam histórias, provocam atitudes e ajudam a transformar. Levam adiante a proposta de moda com propósito e comemoram a receptividade e a repercussão. Elas sabem que estão fazendo a diferença, não apenas na comunidade onde estão inseridas, mas com as possíveis conexões a partir disso. Porque, mais do que peças de vestuário, apresentam canais de comunicação que ecoam expressões, que geram simpatia e empatia de quem usa. E atraem o olhar do consumidor para este posicionamento exemplar de inovação social.

Mundo DVA

Mais que um Portal de Notícias, somos contadores de boas histórias!
Bem-vindo ao mundo DVA.